segunda-feira, 14 de abril de 2014

DIA MUNDIAL DA ÁGUA

Dia Mundial da Água

Dia 20 e 21 de março (Quinta e Sexta-feira), a E.E.E.P José Ivanilton Nocrato comemorou o dia mundial da Água, com apresentação de murais que relacionavam as questões químicas e biológicas referente a água.

Os alunos do 1° ano, 2º ano e 3º ano (do curso de Química e Aquicultura), orientados pelos professores de Biologia (Gláucia Fiúza) e Química (Jean Nascimento) promoveram a elaboração de murais trazendo do seu cotidiano as questões de poluição e os fenômenos químicos que ocorrem com a água. Os alunos foram incumbidos de fotografarem com “olhos críticos” a real situação dos recursos hídricos de seu bairro (município de Guaiúba e adjacências).

O evento foi inspirado no curso professor aprendiz, Trocando Ideias: metodologias para o ensino de Química, ministrado pela professora Tássia Pinheiro, com apoio da CREDE 01 e do Núcleo Gestor da Escola. O objetivo do evento era despertar a conscientização dos alunos para o consumo consciente e também para a problemática da escassez e poluição das águas.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA – 2014

1ª COORDENADORIA REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO
EEEP JOSÉ IVANILTON NOCRATO
II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA – 2014

Em 2014, a Feira de Ciências e Cultura será pela segunda vez organizada pela EEEP José Ivanilton Nocrato. Nesta 2ª edição da Feira, o objetivo principal é interagir os alunos e professores do Ensino Médio Integrado ao Profissionalizante da Rede Estadual na perspectiva de fomentar a pesquisa científica no âmbito das escolas públicas cearenses.

1. OBJETIVOS DO EVENTO:
I. Estabelecer relações dinâmicas dos conhecimentos específicos das disciplinas da base comum e do ensino profissionalizante de nível médio com problemáticas sociais, culturais, econômicas e ambientais, de caráter local, regional, nacional ou global;
II. Envolver participações ativas, práticas e conceituais de alunos, na condução e avaliação do projeto, ou revelar estratégias para envolver toda a escola em procedimentos e resultados;
III. Contar com assistência científica, tecnológica ou pedagógica externa, compatível com a natureza das atividades do projeto, fornecida por instituição acadêmica ou educacional, que partilhe com a escola interesses no desenvolvimento do projeto;
IV. Promover o intercâmbio cultural e científico entre os participantes do evento;
V. Estimular a investigação e o interesse pelo estudo das ciências;
VI. Incentivar a participação dos alunos e professores em eventos científicos desta natureza.

2. JUSTIFICATIVA:
A II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA representa mais uma ação de incentivo ao desenvolvimento de trabalhos científicos e culturais no âmbito das escolas públicas do Estado do Ceará. Além disso, é um espaço rico de possibilidades com a expressão da criatividade e para o desenvolvimento das habilidades do aluno, do professor e da escola no campo da pesquisa.
Como lugar de acesso e produção de conhecimento, a escola desempenha um papel extremamente relevante na medida em que introduz os jovens no universo da cultura científica, organizando, refletindo sobre seus conteúdos curriculares e contribuindo assim para a construção de um ambiente de curiosidade e de entusiasmo em relação à pesquisa.
A II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA busca, fundamentalmente, ampliar o espaço para o desenvolvimento da curiosidade científica, em sua dimensão histórica, social e cultural, considerando os questionamentos que nascem das experiências, expectativas e estudos teóricos dos estudantes cearenses.

3. DESCRIÇÃO GERAL DO PROJETO DA II FEIRA REGIONAL DE CIÊNCIAS E CULTURA:
3.1 Abrangência:
O propósito é envolver e integrar a EEEP José Ivanilton Nocrato através da pesquisa científica às escolas públicas das redes estadual e municipal de Ensino Fundamental e Médio do Estado do Ceará através das feiras escolares.

3.2 Projetos participantes:
Deverá participar toda a escola (Base Comum e Educação Profissional) representada por trabalhos, relacionados às categorias propostas neste Edital.

3.3 Participantes dos projetos:
I. Serão aceitos projetos formados por equipes de alunos(as);
II. Todos os projetos deverão ter a participação de 1 (um) Professor Orientador;
III. Cada professor orientará 2 projetos, os mesmos poderão ser sugestionados pelos professores orientadores, bem como pelos alunos orientados;
IV. Cada projeto deverá possuir além de 1 (hum) professor orientador, 7 a 10 alunos participantes.

4. SELEÇÃO:
A II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA contará com cinco categorias, sendo elas:
I. Linguagens e Códigos e suas Tecnologias;
II. Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
III. Ciências Humanas e suas Tecnologias;
IV. Ciências Ambientais;
V. Robótica Educacional.

Obs.: Os projetos inscritos que apresentarem irregularidades técnicas na formatação dos dados, na composição dos resultados ou qualquer outro item regularizado pelo evento, poderão ser desclassificados.

A EEEP José Ivanilton Nocrato selecionará, através dos critérios determinados neste regulamento os trabalhos enviados para COMISSÃO COORDENADORA DA II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA.

4.1. FEIRA REGIONAL:
A EEEP selecionará os trabalhos, através de sua Feira de Ciências e Cultura, os 05 (cinco) melhores trabalhos, 01 (um) para cada categoria. A seleção deverá seguir os critérios determinados neste regulamento (Item 11.3.).

5. RESPONSABILIDADES:
A ESCOLA: Será responsável pela realização da feira escolar; selecionar os trabalhos por categoria; confeccionar o Banner dos trabalhos escolhidos e transportar os alunos selecionados para o local onde acontecerá a FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS E CULTURA .

6. INSCRIÇÃO:
6.1. FEIRA ESCOLAR: Os responsáveis pelos trabalhados selecionados deverão providenciar os seguintes documentos:
I. Ficha de Identificação da Equipe (Anexo I);
II. Dados do projeto (Anexo II);
III. Resumo do projeto (Enviar arquivo em formato digital – PDF).

Os documentos acima deverão ser entregues a COMISSÃO COORDENADORA DA II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA.
6.2. DESCRIÇÃO DOS DOCUMENTOS:
a) Ficha de Inscrição: Os participantes deverão registrar seus dados de identificação (Anexo I);
b) Resumo: Deverá ser escrito em Português contendo, no máximo, 400 palavras, ser digitado no editor de texto BrOffice ou similar em fonte “Arial 11”, espaçamento simples. O mesmo deve ser enviado a COMISSÃO COORDENADORA DA II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA devidamente identificado para o seguinte e-mail: eeepjoseivanilton@gmail.com – O arquivo deve ser nomeado com 1 (uma) palavra chave do projeto.

Deverá incluir:
I. Introdução;
II. Metodologia;
III. Resultados;
IV. Considerações Finais.

c) Modelo:

Título: FRUTAS SILVESTRES DA CAATINGA – PRESERVAR PARA ALIMENTAR E PREVENIR PATOLOGIAS HUMANAS.

Autores
Luara Barros Lourenço¹
Evanir Araújo de Sousa¹
Gerciê Oliveira Castro²

1 Alunas da E.E.F.M. Raimundo Nonato Ribeiro
2 Professor de Biologia da E.E.F.M. Raimundo Nonato Ribeiro

INTRODUÇÃO:
A caatinga se destaca por sua riqueza na diversidade vegetal a qual deve ser preservada em função do grande potencial alimentar e medicinal das frutas silvestres. Numa relação homem e ambiente está presente também à dependência onde o homem retira da natureza todos os recursos pra a sobrevivência da humanidade. O desconhecimento sobre as espécies frutíferas nativas do Brasil é algo cultural, conforme mostra alguns levantamentos bibliográficos, mas que apresenta uma riqueza de nutrientes importantes para a dieta humana. Este estudo objetivou promover mudanças nos hábitos alimentares da população deste Município como forma de pensar políticas de preservação ambiental bem como alimentar e prevenir várias patologias humanas.
METODOLOGIA:
No desenvolvimento deste projeto, de forma interdisciplinar, alunos e professores se sensibilizam para pensar e tomar iniciativas de preservação do meio ambiente, especialmente o bioma em estudo. Para a execução do projeto, inicialmente foi realizado um levantamento da diversidade de frutas silvestres através de formulário, e posteriormente um mapeamento na região de Trairi, sendo estas coletadas conforme o período de safra, acondicionadas e posteriormente fabricados algumas iguarias. Conforme o levantamento bibliográfico quanto à taxonomia, foram ainda pesquisados o princípio ativo de cada uma para descobrir o seu potencial medicinal. Conforme o cronograma de ações, esta etapa culminará com a produção de Herbário e um Atlas de botânica escolar que servirá para o acervo de pesquisa de alunos.
RESULTADOS:
Neste levantamento preliminar, foram identificadas taxiomicamente 20 espécies de frutas, distribuídas em 18 ordens e 16 famílias. Destas, todas são utilizadas na alimentação humana, 13 possuem aplicabilidade medicinal e todas contribuem de forma significativa na preservação deste importante bioma: a caatinga. A produção de iguarias como doces, bolos, sucos, sorvetes, sucos são as formas mais comuns no processo de industrialização como forma de inserção a práticas econômica e ecologicamente correta.
CONSIDERAÇÕES FINAIS:
Os recursos naturais da caatinga possuem um grande potencial ambiental e econômico, desde que aja um manejo ecologicamente correto, atendendo não só os anseios da população mas, sobretudo, práticas de preservação do Meio Ambiente. O projeto de preservação das frutas silvestres da caatinga, neste estudo preliminar mapeou 20 espécies das árvores frutíferas nativas ou adaptadas no semi-árido, distribuídas em 18 ordens e 16 famílias. Das espécies identificadas 13 possuem aplicação medicinal, 20 são utilizadas na alimentação humana e todas contribuem significativamente na preservação ambiental do bioma caatinga.

Palavras-chave: Caatinga
E-mail para contato: pnixwqptecfg@mail-temp.appspotmail.com (e-mail fictício)

*Só serão aceitos resumos entregues à COMISSÃO COORDENADORA DA II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA (item 6.2).
*Não serão aceitos resumos fora do padrão acima (item 6.2 letra b).
*O professor-orientador será responsável pela elaboração de um cronograma de atividades de seus respectivos projetos, para acompanhamento por parte de seu coordenador de área.
*A revisão ortográfica de todo material elaborado por cada projeto ficará sob responsabilidade do professor-orientador.

6.4. PRAZOS:
I. Para envio das fichas de inscrição e resumos dos projetos: de 05 de Maio a 09 de Maio de 2014;

7. CATEGORIAS:
Observar anexo II.

8. EXPOSIÇÃO:
Os projetos deverão ser montados nos respectivos dias de apresentação, dias 29 e 30 de Maio de 2014, no horário das 07:00 às 09:00h. A apresentação dos projetos ocorrerá no dia 29 de Maio de 2014, no horário das 09:30 às 16:00h e, no dia 30 de Maio de 2014, no horário das 09:30 às 15:15h, na EEEP José Ivanilton Nocrato, no município de Guaiúba.
Todos os projetos das categorias Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências Ambientais, Robótica Educacional. Devem ser apresentados na Feira Regional na forma de BANNER e ESTANDE (ou maquete), seguindo o padrão estabelecido pelo evento, também deverá ser apresentado o CADERNO DE CAMPO ou de PESQUISA (Este deverá ficar exposto em cada estande).
Não será permitido nada que fuja as regras de segurança.
O espaço reservado para cada expositor é de no mínimo 2,00m x 1,00m e no máximo 4,00 x 4,00m.
A apresentação visual deve ser em Português.
Será disponibilizado, nos estandes, um ponto de ENERGIA e/ou TELEVISOR mediante solicitação no ato de inscrição e por ordem de chegada dos trabalhos inscritos (Anexo III). Cada equipe caso seja necessário, deverá trazer o seu próprio computador e os seus próprios equipamentos necessários à apresentação do seu trabalho e sobre eles devem ter total responsabilidade .
Será permitida a distribuição de cartões de contato, pequenas lembranças e folders relativos ao projeto. Entretanto, a distribuição não pode fazer parte da apresentação.

9. ESTANDES:
Cada estande será identificado por uma numeração. Cabe ao professor orientador, antes da montagem, solicitar a comissão organizadora do evento a sua localização.

10. REGRAS DE SEGURANÇA:
Serão PERMITIDAS a exposição dos seguintes itens:
a) Espécimes (ou partes) dissecados;
b) Animais vertebrados preservados (inclusive embriões);
c) Órgãos ou membros de animais/humanos ou seus fluidos (sangue, urina, etc.). Exceções: dentes, cabelos, unhas, ossos secos de animais, cortes histológicos dissecados e slides de tecido úmido quando completamente lacrado – sob supervisão do professor-orientador;
    Será PROIBIDA a exposição dos seguintes itens:
  1. Combustíveis;
  2. Baterias com células expostas;
  3. Bebidas alcoólicas;
  4. Substâncias tóxicas ou de uso controlado sem utilização de EPI;
  5. Colocação em marcha de motores de combustão interna;
  6. Materiais cortantes, seringas, agulhas, materiais de vidro que possam provocar ferimentos sem supervisão do orientador;
  7. Fotografias ou quaisquer outras formas de apresentação visual de técnicas cirúrgicas, dissecação, necropsia ou outras técnicas de laboratório similares;
  8. Prêmios, medalhas que tenham sido conquistados pelo grupo;
  9. Aparelhos de áudio/vídeo que não façam parte do Projeto.

*Todo projeto inscrito em área inadequada poderá ser reclassificado pela Comissão Coordenadora da II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA, e informado aos autores.
11. AVALIAÇÃO DOS PROJETOS:
11.1. Do Caderno de Campo ou de Pesquisa:
Neste documento, o(s) alunos(s) deve(m) ter registrado as etapas que realizou para desenvolver o projeto, relatando todos os fatos e as datas respectivas. Se for continuação de projeto, o Caderno de Campo deve abranger o período relativo a todo o desenvolvimento do projeto, o mesmo não deverá ser digitado apenas MANUSCRITO.
O Caderno deverá conter:
a) Registro detalhado e preciso dos fatos, dos passos, das descobertas, das novas indagações;
b) Poderá ter fotos, gravuras, figuras e desenhos;
c) Registro das datas e locais das investigações;
d) Registro dos testes e resultados;
e) Entrevistas e consultas às pessoas fonte;
f) Referências Bibliográficas.
O Caderno de Campo não faz parte dos documentos de inscrição, porém, deve permanecer no expositor.

11.2. Da Exibição Visual e Apresentação Oral (Observar Anexo IV):
A exibição visual deverá ser feita na forma de banner e estande de maneira clara e objetiva, salientando os dados mais importantes, para possibilitar o perfeito entendimento do projeto. O banner deverá seguir o seguinte padrão técnico:
I. O banner deve ser confeccionado apenas depois que o trabalho tiver sido selecionado pela II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA;
II. Tamanho do banner: Largura: 90cm; Altura: de 90cm até 1,20m (no máximo);
III. O texto do banner deve ser legível a uma distância de, pelo menos, 1 m;
IV. Horário das Sessões de banner: Todo período de apresentação;
V. A Solenidade de Premiação ocorrerá no dia 30 de Maio de 2014, a partir das 16:00h, no Ginásio Poliesportivo da referida EEEP;
VI. Os estandes deverão ser desmontados após às 16:00h, no dia 29 de maio; e entre 15:15 e 16:00h, no dia 30 de maio – antecedendo a premiação.

11.3. Critérios de Avaliação:
Critérios de Avaliação Pontuação
a) Criatividade e inovação 20%
b) Conhecimento científico do problema abordado 20%
c) Metodologia científica 10%
d) Profundidade da pesquisa 10%
e) Clareza e objetividade na apresentação do trabalho 20%
f) Ilustrações e complementos 10%
g) Caderno de Campo 10%

11.3.1. Criatividade e Inovação (20%):
Criatividade é pensar coisas novas, inovação é fazer coisas novas e valiosas. Inovação é a implementação de um novo ou significativamente melhorado produto (bem ou serviço), processo de trabalho, ou prática de relacionamento entre pessoas, grupos ou organizações.
Nem sempre a inovação é o resultado da criação de algo totalmente novo mas, com muita frequência, é o resultado da combinação original de coisas já existentes. Algumas importantes inovações consistem de novos usos para objetos e tecnologias existentes.

11.3.2. Conhecimento científico do problema abordado (20%):
Do conhecimento científico nasce o raciocínio argumentativo que é extremamente relevante para o conhecimento das ciências. De posse do conhecimento científico o educando poderá construir modelos, desenvolverá explicações do mundo físico e natural e será capaz de interagir com eles. Precisam demonstrar que aprenderam significativamente os conceitos implicados associados ao trabalho defendido, também precisam demonstrar que desenvolveram a capacidade de responder questionamentos sobre o seu trabalho de posse dos conhecimentos científicos.

11.3.3. Metodologia Científica (10%):
Os educandos precisam ser capazes de explicar como procederam as suas investigações, que instrumentos eles utilizaram para coletar dados; quais as fontes que eles pesquisaram, como eles tiveram acesso a estas fontes; em que período desenvolveram suas pesquisas todas estas explicações devem ter como amparo os conhecimentos científicos adquiridos.

11.3.4. Profundidade da Pesquisa (10%):
No decorrer da apresentação deverá ser possível perceber até que ponto os alunos se envolveram com a pesquisa; até que ponto eles demonstraram interesse em desenvolvê-la, até que ponto eles buscaram fundamentações científicas que fundamentassem a sua pesquisa, finalmente, em que nível científico a pesquisa ficou situada.

11.3.5. Clareza e objetividade na apresentação do trabalho (20%):
Levando-se em consideração o pouco tempo destinado à apresentação, já que o avaliador tem outros trabalhos para avaliar, os autores devem planejar com clareza e objetividade a sua apresentação de modo que o tempo seja otimizado e as informações compartilhadas possam ser bem explicadas e bem interpretadas.

11.3.6. Ilustrações e complementos (10%):
As equipes devem privilegiar o espaço do banner (0,90 x 1.20 cm) destinando a maior parte (cerca de 75%) deste para exposição de ilustrações (fotos, figuras, tabelas, quadros, gráficos, etc). No espaço restante deverão ser explanados os textos relativos ao trabalho apresentado. Caso a quantidade de ilustrações seja elevada será permitido a exposição de mais ILUSTRAÇÕES (textos não) nas paredes internas dos stands.

11.3.7. Caderno de Campo (10%):
No Caderno de Campo, o(s) alunos(s) deve(m) ter registrado as etapas que realizou para desenvolver o projeto, relatando todos os fatos e as datas respectivas. Se for continuação de projeto, o Caderno de Campo deve abranger o período relativo a todo o desenvolvimento do projeto, o mesmo não deverá ser digitado apenas manuscrito.

11.4. Avaliação:
  1. Cada projeto será avaliado por, no mínimo, 02 (dois) avaliadores – sendo estes professores pertencentes ao quadro de professores do referido estabelecimento de ensino. Sua distribuição ocorrerá da seguinte forma:
    1. Professores-orientadores inscritos na categoria Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, serão avaliadores da área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (e vice-versa);
    2. Professores-orientadores inscritos na categoria Ciências Humanas e suas Tecnologias e Robótica Educacional, serão avaliadores da área de Ciências Ambientais (e vice-versa);
  2. Pelo menos um dos alunos expositores deverá permanecer sempre junto ao seu estande;
  3. A avaliação dos projetos ocorrerá nos dias 29 e 30 de Maio de 2014, de acordo com os horários definidos (Item 14);
  4. O grupo de avaliadores deverá ser composto por professores, pesquisadores e profissionais ligados a escolas, universidades, empresas e instituições públicas e privadas;
  5. É VEDADA a interferência do professor orientador durante a avaliação;

Obs.: O cálculo que tomará por base a média de avaliação individual será composto: pela nota individual no desempenho de cada aluno nas atividades do projeto (dada pelo orientador), somadas com a nota final do trabalho na classificação final da feira (média dos jurados), divididos por 2 (dois).

12. CLASSIFICAÇÃO E PREMIAÇÃO DOS PROJETOS:
12.1. Premiação dos Projetos:
  1. Serão premiados somente os primeiros lugares de cada categoria, de acordo com sua pontuação bruta;
  2. Em caso de empate ao final, os Critérios de desempate serão respectivamente conforme o ordenado edital, considerando primeiramente àqueles de maior peso:
    1. Criatividade e Inovação (20%);
    2. Conhecimento Científico do problema abordado (20%);
    3. Clareza e Objetividade na apresentação do trabalho (20%);
    4. Metodologia Científica (10%);
    5. Profundidade da Pesquisa (10%);
    6. Ilustrações e Complementos (10%);
    7. Caderno de Campo (10%).
  3. Permanecendo o empate, a decisão do primeiro lugar da categoria ocorrerá mediante sorteio.

12.2. Casos Omissos:
Os casos omissos sobre AVALIAÇÃO, JULGAMENTO E CLASSIFICAÇÃO serão resolvidos pela Comissão Coordenadora da II Feira de Ciências e Cultura (Amanda Oliveira, Fernando Vieira, Gilana Ferreira, João Paulo Diógenes, Paulo Roberto dos Anjos).

13. PENALIDADES:
  1. A não observância das normas estabelecidas neste regulamento implicará prejuízos na avaliação dos projetos inscritos;
  2. Atos de indisciplina, por parte dos expositores, serão encaminhados à Comissão Coordenadora da II Feira de Ciências e Cultura e estarão sujeitos à perda de pontos ou à desclassificação;
  3. Casos especiais serão analisados pela Comissão Coordenadora da II Feira de Ciências e Cultura;
  4. A falta de organização dos estandes implicará sobre a avaliação realizada pelos jurados – implicando também a desmontagem e limpeza do espaço físico do trabalho exposto no tempo determinado (Item 14.).
  1. PROGRAMAÇÃO:
Quinta-feira, 29 de Maio de 2014
Horário
Atividade
07:00 – 09:00h
Montagem dos Trabalhos nos Estandes (Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Ambientais)
08:30 – 09:00h
Lanche
09:00h
Abertura do Evento (1º dia)
09:30h – 16:00h
Avaliação dos Projetos (Item 11.4, I.I.)
11:15h – 12:30min
Almoço
14:45h – 15:15min
Lanche
15:15h – 16:00h
Desmontagem e Limpeza dos espaços de exposição dos trabalhos (Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Ambientais)
16:45min
Encerramento das atividades do 1º dia

Sexta-feira, 30 de Maio de 2014

Horário
Atividade
07:00 – 09:00h
Montagem dos Trabalhos nos Estandes (Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Robótica Educacional)
08:30 – 09:00h
Lanche
09:00h
Abertura do Evento (2º dia)
09:30h – 15:15min
Avaliação dos Projetos (Item 11.4, I.II.)
11:15h – 12:30min
Almoço
14:45h – 15:15min
Lanche
15:15h – 16:00h
Desmontagem e Limpeza dos espaços de exposição dos trabalhos (Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e Robótica Educacional)
16:00h
Solenidade de Premiação II Feira de Ciências e Cultura
16:45min
Encerramento das atividades do 2º dia

ANEXO I
II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA
FICHA DE INSCRIÇÃO (por projeto)
DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

a) Aluno(s): (Indicar o aluno coordenador do projeto)
a) a) Aluno(a): ____________________________________________________________________
Endereço: _______________________________________________________________________
Bairro: __________________________________________________________________________
CEP: __________-______
Telefone/Fax: ________-________
E-mail: _________________________________________________________________________

a) b) Aluno(a): ___________________________________________________________________
Endereço: _______________________________________________________________________
Bairro: __________________________________________________________________________
CEP: __________-______
Telefone/Fax: ________-________
E-mail: _________________________________________________________________________

a) c) Aluno(a): ___________________________________________________________________
Endereço: _______________________________________________________________________
Bairro: __________________________________________________________________________
CEP: __________-______
Telefone/Fax: ________-________
E-mail: _________________________________________________________________________

b) Orientador:
Professor(a) Orientador(a): __________________________________________________________
Endereço: _______________________________________________________________________
Bairro: __________________________________________________________________________
Telefone/Fax: ________-________
CEP: __________-______
E-mail: _________________________________________________________________________


ANEXO II
II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA
DADOS DO PROJETO

Título: __________________________________________________________________________
Categoria: _______________________________________________________________________
  1. I. Linguagens e Códigos e suas Tecnologias;
  2. II. Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  3. III. Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  4. IV. Ciências Ambientais;
  5. V. Robótica Educacional.



ATENÇÃO!

1. O que define a área de inscrição é o objeto da pesquisa e não a sua aplicação;
2. Assinalar apenas uma opção dentro da categoria desejada;
3. As parcerias com Instituições de Pesquisa em qualquer nível de ensino são admitidas e estimuladas.


ANEXO III
II FEIRA DE CIÊNCIAS E CULTURA
QUESTIONÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

Título do Projeto: _________________________________________________________________
Área de inscrição: _________________________________________________________________
Autor(es): _______________________________________________________________________
Orientador(a): ____________________________________________________________________

Recursos utilizados no projeto/apresentação (SIM ou NÃO):

Laboratório próprio? ______ Computador? ______
Ambiente escolar? ______ Teve assistência de cientista? ______
Teve assistência de engenheiro? ______ Teve assistência de professor? ______
Teve assistência de adultos fora do ambiente escolar? ______
Será necessário ponto de energia? ______ Televisão? ______
Exposição de espécimes vivos? ______ Utilização de EPI? ______
Utilização de materiais de uso controlado? ______
Será necessário utilização de material cortante/perfurante? ______

Observação:
Este questionário deve ser entregue por ocasião da inscrição.


ANEXO IV
COMO FAZER UM BANNER CIENTÍFICO
1. Função do Banner: Sintetizar informações e dados relevantes da pesquisa.

2. Formato Gráfico:
2.1. Tamanho do banner: 90cm de largura por 1,20m de altura (90cm x 1,20m);
2.2. Tamanho da fonte e espaçamento entre linhas: (legível a uma distância de pelo menos 1m – dependerá da quantidade de informação contida; no banner).

  • Tamanho recomendado de fonte para título: 40;
  • Tamanho recomendado de fonte para texto: 26;
  • Tamanho recomendado de fonte para gráficos, tabelas, fotos, figuras etc: 14 a 16;
  • Tamanho recomendado de fonte para contato: 14 a 16.
2.3 Cor da fonte (Que se destaque da cor definida no plano de fundo do banner).
2.4 Alinhamentos: justificado.
2.5 Margens: (esquerda 3.0 cm / direita, superior e inferior 2,5 cm.).

3. Estrutura do banner:
3.1. Título:
  • Deve ser sintético e refletir a essência do trabalho, ou seja, o objeto de pesquisa;
  • Deve ser centralizado.
3.2 Autores e Orientador(a):
  • Citados por extenso;
  • Deve ser centralizado.
3.3 Introdução:
  • Apresenta uma visão geral do trabalho;
  • Utilizando autores e teorias que dão subsídios ao trabalho;
  • Descrição: Apresentação resumida da pesquisa e sua justificativa (Relevância do problema ou tema estudado), realçando a relevância social e acadêmica do estudo;
  • Hipóteses/Objetivos: Indicação daquilo que o pesquisador almeja descobrir com a pesquisa.
3.4 Metodologia:
  • Apresenta os procedimentos de coletas e análise dos dados;
  • Síntese da metodologia (análise do discurso, análise de conteúdo etc.) e dos procedimentos metodológicos (pesquisa em periódicos, observação, entrevista, etc.) adotados pelo pesquisador.
3.5 Resultados:
Indicação dos resultados alcançados, com breve análise de como eles foram obtidos e quais as suas implicações.
3.6 Considerações Finais:
  • Breve resgate das hipóteses/objetivos, relacionando-os aos resultados de maior destaque, e indicação de perspectivas para abordagem do tema;
  • Confirma ou refuta as(os) hipóteses/objetivos do trabalho.
  • Deverá apresentar deduções lógicas e correspondentes aos(às) objetivos/hipóteses propostos, ressaltando o alcance e as consequências de suas contribuições, bem como seu possível mérito.
3.7 Referências Bibliográficas:
  • Indicação da bibliografia, dos periódicos e de demais fontes efetivamente utilizadas pelo autor conforme normas da ABNT;
  • Citar as três fontes mais importantes.

ATENÇÃO! Sobre a colocação de Gráficos, Tabelas, Fotos e Figuras
Quando houver Fotos, essas devem ser ampliadas, preferencialmente em cores, com boa resolução, contendo legenda abaixo das mesmas. Tabelas e Figuras, também devem ser ampliadas, com boa qualidade de impressão, contendo legenda explicativa. Recomenda-se mesclar texto, gráficos e figuras. Não esqueçam! 75% do Banner deve ser composto por Gráficos, Tabelas, Fotos, Figuras, etc.

ANEXO V
CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Atividade
Período
Apresentação do Edital aos professores.
02 de Abril
Apresentação do Edital aos alunos.
04 de Abril
Período de Inscrições.
05 a 09 Maio
Encontros destinados à orientação dos projetos.
09, 16, 23, 30 de Abril
07, 14, 21, 28 de Maio
Entrega do material (em PDF) para a confecção dos Banners.
16 de Maio
II Feira de Ciências e Cultura.
29 e 30 de Maio

ANEXO VI
RELAÇÃO DE PROFESSORES-ORIENTADORES PARTICIPANTES

  1. Ana Luiza;
  2. Luciana Ribeiro;
  3. Rafael Nogueira;
  4. Raquel Rosário;
  5. André Santos;
  6. Gilson Freitas;
  7. Carlos Eduardo;
  8. Ítalo Araújo;
  9. Kleiton;
  10. João Henrique;
  11. Rafael Maciel;
  12. Thiago Andrade;
  13. Pedro Farias;
  14. Stenio Alves;
  15. Daniel Oliveira;
  16. Isabelly Silva;
  17. Juvenília Albuquerque;
  18. Estefânia Teixeira;
  19. Gesica Rosário;
  20. Lucivânia Arimatéia;
  21. Renato Serra;
  22. Raquel Bezerra;
  23. Manoel Oliveira;
  24. Franci Lira;
  25. José Anderson;
  26. Karine Lima;
  27. Karoline Lima;
  28. Marcos Wanderley;
  29. Flávio Rodrigues;
  30. Matheus Santos;
  31. Jean Nascimento;
  32. Gláucia Fiúza;

ANEXO VII
RELAÇÃO DE LOCAIS DISPONÍVEIS PARA OS ENCONTROS SEMANAIS

  1. Salas de aula 01 a 12 (12 vagas):
    1. 01: ________________________
    2. 02: ________________________
    3. 03: ________________________
    4. 04: ________________________
    5. 05: ________________________
    6. 06: ________________________
    7. 07: ________________________
    8. 08: ________________________
    9. 09: ________________________
    10. 10: ________________________
    11. 11: ________________________
    12. 12: ________________________
  2. LEI (01 vaga): ________________________
  3. Laboratório de Línguas (01 vaga): ________________________
  4. Laboratório de Química (01 vaga): ________________________
  5. Laboratório de Biologia (01 vaga): ________________________
  6. Laboratório de Física (01 vaga): ________________________
  7. Laboratório de Matemática (01 vaga): ________________________
  8. Biblioteca (02 vagas):
    1. Pavimento superior: ________________________
    2. Pavimento inferior: ________________________
  9. Auditório (02 vagas):
    1. 01: ________________________
    2. 02: ________________________
  10. Refeitório (04 vagas):
    1. 01: ________________________
    2. 02: ________________________
    3. 03: ________________________
    4. 04: ________________________
  11. Ginásio (02 vagas):
    1. 01: ________________________
    2. 02: ________________________
  12. Área de convivência – Einstein/Pracinha (01 vaga): ________________________
  13. Área de Convivência – Escadas/Mesas (01 vaga): ________________________
  14. Área de Convivência – Pavimento superior/Rampa (01 vaga): ________________________
  15. Sala do Grêmio (01 vaga): ________________________

*A comissão organizadora informa que os locais listados acima estarão disponíveis para reserva até o dia 08 de abril de 2014 – tratar com Paulo Roberto.
*A organização e manutenção da ordem no ambiente reservado para os encontros presenciais é de responsabilidade do professor-orientador e dos demais componentes do projeto. (Item 13.)